Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aceitar e ir em frente

por ✿ Mamã Curiosa Mariada, em 24.04.14
aceitar e ir em frente

Cada vez mais tenho noção que temos de estar preparados para tudo na vida. Saber aceitar as situações adversas, saber perdoar (a nós próprios é o mais difícil) e sermos, essencialmente, pessoas bem resolvidas.

Até parece simples dito desta forma.

Hoje chegou o despacho final do roubo violento que sofri em minha casa. Do grupo, só um ficou preso, outro com vigilância electrónica, dois sujeitos a obrigações periódicas e outros dois (um dos quais foi a minha casa) com (apenas!) termo de identidade e residência. Fiquei a conhecer, de forma detalhada, todos os roubos, toda a violência, todos as pessoas que foram privadas de milhares de euros em dinheiro e bens, por causa daquele grupo, cujos membros actuavam juntos ou separados.   

Podia recorrer (segundo a carta, se tivesse factos novos) e pedir indemnização, mas para tal tinha de arranjar um advogado, gastar dinheiro, quando se sabe que normalmente este tipo de indivíduos raramente têm bens no seu nome. Juntamente com o facto de que ele está em liberdade e eu ainda moro na mesma casa... Talvez por o ter visto bem (é novo e de etnia cigana) tenho agora pouca vontade de passear na zona onde moro. Sei que tenho e que vou ultrapassar isto, mesmo que seja apenas quando mudar de casa. Triste foi o facto de não ter sido referido, no processo que me enviaram por carta, que eu tinha a minha filha ao colo quando fui agredida.  

No entanto, analisando todo o processo, ainda cheguei à conclusão que tive imensa sorte. Em um dos casos, com o assaltante mais violento, uma Sra foi amordaçada e deram-lhe vários socos em todo o corpo.
 
E se eu estava aborrecida comigo própria por ter aberto a porta (por pensar efectivamente que se tratava do vizinho), deixei de estar. Quando queriam entrar nas casas partiam os estores e, em um dos casos, partiram a porta da entrada.

Tenho pena das pessoas agredidas (principalmente as de maior idade), mas também dos polícias que fizeram um óptimo trabalho, sempre atentos e prestáveis, e que têm de andar sempre atrás dos mesmos criminosos.
 
Sem mais palavras. Aceitar e ir em frente.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De amulherdetrintaanos a 24.04.2014 às 20:22

É bem verdade o que escreves. Há momentos difíceis, mas o tempo trata de ir atenuando. Nem consigo imaginar o quão traumático deve ser o que te aconteceu e a sensação de quase impunidade perante a situação. Força!
Imagem de perfil

De Mamã Curiosa Mariada a 24.04.2014 às 22:30

É mesmo verdade, o tempo ajuda imenso, agora já tenho uma maior capacidade para aceitar do que tinha há alguns meses atrás... Obrigada pela força :)
Imagem de perfil

De Maria João Costa a 26.04.2014 às 15:16

Afinal onde está a justiça? :( Nem consigo imaginar como te sentiste e como te sentes agora depois de receberes essa carta. Mas o mais importante é aceitar, tentar mudar, e pensar que às vezes as coisas más tornam-nos mais fortes! Força e boa sorte para a procura da casa nova!!!
Imagem de perfil

De Mamã Curiosa Mariada a 27.04.2014 às 08:47

É verdade e é mesmo assim que quero pensar, as coisas mais negativas acontecem para nos fortalecer e ajudar a mudar :) beijinhos e obrigada!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Parceiros

Foxlife

Top blogs de receitas

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D